terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

ENCONTREI POESIA


Céu...
Mar...
Desejo de infinito
Que me persegue a todo o instante
Fazendo da minha alma pobre caminhante
Errando, sem saber para onde vai.
Céu...
Mar...
Desejo de infinito...
Silêncio,
Solidão,
Eis o que me rodeia.
No meu caminho
Só encontrei escolhos
Mas segui sempre em frente
E descobri um mundo de poesia
Nos teus olhos!

10 comentários:

Miguel disse...

Sorte de quem consegue descobrir a poesia, mesmo quando o que nos rodeia não são senão escolhos, silêncio e solidão, é ter a capacidade de descobrir a beleza mesmo quando tudo nos parece feio, a doçura na pedra mais bruta, a música num dia de chuva. Lindo poema.

Eduardo disse...

Linda poesia

Percebe-se que é uma mulher sensível, romântica e porventura carente

Aqui çhe deixo um beijo doce

joaninha disse...

Muito bonito!
Sente-se o que se está a ler. Gostei.
Mil beijinhos de amizade

notyet disse...

Ai... se todos fossemos como somos vistos !
Acho que somos mais aquilo que sentimos e ninguém vê.
Há muito não voava neste céu.
Fique na luz, ao sol virada.

betencourt disse...

Passeei pela sua poesia e gostei
Gostei muito
Percebe-se que é fruto de uma alma sensível muito embora com perfil bem diferente do meu
Mas ambos caminham no mesmo sentido
o A M O R

Uma boa Páscoa para si

Clarice disse...

Finalmente de tantas vezes que estive aqui encontro novidades.
Dizem que o melhor da festa é esperar por ela. Mas este poema prova o contrário. Belas palavras.
Abraços.

marialucilia disse...

Gosto muito da sua poesia, Continue escrevendo porque tem muitos admiradores que adoram ler os seus poemas , Beijos

Zita disse...

Leonor, quem me dera ter este dom de dizer com tanto encanto tudo o que me vai na alma!!!!

Parabéns e um beijinho.

António Silva disse...

Olá Leonor
Li o seu poema e achei tão bonito, como um dia de Primavera.
Gostei, continue.
Cordiais saudações
António Silva

elvira carvalho disse...

Lindo o poema, bem como a imagem. Encontrar poesia num mundo cada vez mais duro e violento é uma coisa que não está ao alcance de todos.
Um abraço e uma boa semana