domingo, 22 de novembro de 2015

 


A minha espera...


 
 
 
Longo é o tempo de quem espera
Amarga a ansiedade que se sente.
Seria já "passado" o meu "presente"
Mas amor, o amor tudo supera.
 
Agora tudo em ti é uma promessa,
A vida tem um gosto a paraíso
Pois meu dia contigo já começa
Com um olhar, um afago e um sorriso.
 
Hoje tenho tudo, nada mais desejo
Que colher o teu amor em cada beijo
E a doce ventura de assim te amar...
 
E o céu, o céu é um azul e imenso espaço
No qual eu faço contas e refaço
Dos dias que ainda tenho para te dar!
 
 
Em 6/3/2004

sábado, 21 de novembro de 2015

O tempo


O Tempo



O tempo cavalga no dorso da esperança
E da desventura.
O ontem e o hoje é passado
Fechado num baú de esquecimento.
Não creio no "para sempre"
E o "talvez" é uma espera frustrada.
O "se" é uma pedra que a vida
Nos oferece como condição.
E o tempo passa...
A vida passa sem graça
Com seu manto de solidão.
E assim vamos passando
E assim vamos desejando
O tempo da inocência
Da nossa infância passada.
O tempo não tem medida.
É a duração de uma vida...
O tempo é tudo e não é nada.



Em 26/5/2015

sábado, 8 de agosto de 2015

Tenho saudades


Tenho saudades do mar,
Das ondas a marulhar
Desfazendo-se na areia..

Leonor

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Voar como as avezinhas

 












Olhos abertos na penumbra
Esperando a madrugada
Ai esta dor de estar só
Acompanhada do nada…

Este nó de solidão

Encalhado na garganta

Não me deixa respirar…

E nesta grande tristeza

Minha alma esqueceu-se de cantar...

Passaram os dias e os meses

Tão cheios de melancolias…

Mas está na nossa mente

A força para lutar e vencer,

Para ressurgir do nada e voar

Como voam as avezinhas!

 

 

Leonor Costa


05.10.2012
 
 

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Pedido

...Que minha solidão me sirva de companhia.
que eu tenha a coragem de me enfrentar.

que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.

Clarice Lispector

domingo, 25 de dezembro de 2011

BOAS FESTAS

... para todos os que por aqui passarem, cheias de saúde e felicidade!.................

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

PALAVRAS




São tão doces as palavras
Quando nos falam de amor
Sem pensar que um dia
As palavras podem mudar
E só deixem amargor.
Então a alma carente,
Chora cá dentro, em silêncio
Desiludida e infeliz…
Não deixes tua alma chorar…
Não desesperes que a vida
Tem sempre algo para dar!