sábado, 28 de maio de 2011

PERDI-ME





Perdi-me no caminho da incerteza,
Não sei p'ra onde vou, nem donde vim.
Sei que só sinto profunda tristeza
E chego a duvidar até de mim.

Receio o presente e o porvir.
Procuro em vão ter confiança
Em dias felizes que hão-de vir,
Vestidos com a cor da esperança.

E perco-me nesta tristeza louca
Esquecendo que toda a vida é pouca
Para viver a mocidade que não regressa...

Vou tentar encontrar o meu caminho,
Vou depois entregar-me ao teu carinho
E não mais quererei viver "depressa".

Leonor
26.05.1970

Imagem Net