sábado, 21 de novembro de 2015

O tempo


O Tempo



O tempo cavalga no dorso da esperança
E da desventura.
O ontem e o hoje  são passado
Fechado num baú de esquecimento.
Não creio no "para sempre"
E o "talvez" é uma espera frustrada.
O "se" é uma pedra que a vida
Nos oferece como condição.
E o tempo passa...
A vida passa sem graça
Com seu manto de solidão.
E assim vamos passando
E assim vamos desejando
O tempo da inocência
Da nossa infância passada.
O tempo não tem medida.
É a duração de uma vida...
O tempo é tudo e não é nada.



Em 26/5/2015

Sem comentários: